Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/WGP Curitiba: anfitrião Ariel Machado retorna ao evento diante de argentino Lucas Alsina
A+ R A-
20 Jun

WGP Curitiba: anfitrião Ariel Machado retorna ao evento diante de argentino Lucas Alsina

  • Escrito por  Primeiro Round
  • Imprimir
  • E-mail
Avalie este item
(0 votos)
WGP Curitiba: anfitrião Ariel Machado retorna ao evento diante de argentino Lucas Alsina Divulgação

No primeiro dia do mês de julho, o WGP Kickboxing finalmente desembarca em um dos grandes celeiros da trocação no Brasil: a cidade de Curitiba. E um dos principais duelos desta edição especial, de número 38, é o retorno do curitibano Ariel Machado aos ringues do WGP diante do argentino Lucas Alsina, um dos principais nomes do esporte de seu país. Os dois fazem um combate bônus, após a luta principal da noite, pela divisão dos pesados (até 94,1kg). O Círculo Militar recebe o show, que terá transmissão ao vivo do Canal Combate, Fox Sports e Bandsports a partir das 20h.

Com foco na carreira internacional, Ariel se anima com retorno ao WGP

Lutar no WGP não é nenhuma novidade para Ariel Machado. Apesar de desde ano passado construir carreira no Glory, maior evento de kickboxing mundial, no qual é o próximo desafiante ao título de sua categoria, o lutador já atuou em duas oportunidades no WGP, com uma derrota para Junior Alpha e uma vitória sobre Maycon Silva nas edições 26 e 29, respectivamente. Muito reconhecido no cenário mundial, Ariel é um nocauteador nato e fala sobre a expectativa de volta a atuar no evento.

“Estou amarradão em retornar ao WGP, foi onde tive a chance de mostrar meu trabalho de novo, graças ao evento que voltei ao cenário nacional e mundial e as coisas começaram a acontecer na minha carreira. Sensação de voltar para casa mesmo, literalmente, já que o evento vai ser aqui na minha cidade, e a expectativa é a melhor possível”, afirma Ariel.

Apesar de ser curitibano de nascença, Ariel Machado começou a carreira no esporte longe da capital paranaense. Aos 14 anos, enquanto morava no Rio de Janeiro, ele deu seus primeiros passos no kickboxing ao lado do mestre Alexandre Mesquita. A carreira deslanchou com o apoio do pai, que sempre o acompanhou em todos os cantos do país. Hoje ele possui um vasto retrospecto, foram 54 lutas disputadas, com 46 vitórias e apenas oito derrotas. Aos 30 anos, com títulos brasileiro e pan-americano no currículo, o curitibano é conhecido pela sua técnica e habilidade com os chutes. Diante de Alsina ele espera um adversário perigoso.

“Eu vi umas lutas do Alsina, é um moleque duro, tem um boxe bom, bate bastante em linha. Mas estamos montando uma estratégia para anular o jogo dele. Já sabemos como são os argentinos, sempre muito raçudos, com muita disposição e que não se abatem nas adversidades da luta. Mas estou bem preparado, pronto para dar alegria a todos que vão comparecer ao ginásio e no final vai dar tudo certo”, completa.

Argentino Lucas Alsina promete melhor atuação da vida

Oponente de Ariel, o argentino Lucas Alsina também se sente em casa no WGP. Aos 31 anos e natural de Buenos Aires, o lutador só iniciou a carreira no esporte aos 18 anos, influenciado pelo atual treinador e também atleta do WGP, Nicolas Ryske. Alsina carrega consigo ainda os títulos de campeão sul-americano e argentino de kickboxing e campeão argentino de K-1.

Dono de perigosos chutes altos, ele já fez dois duelos no WGP, um deles pelo cinturão da categoria diante de Guto Inocente, um dos principais nomes do kickboxing brasileiro, onde acabou derrotado por nocaute no quarto round. O outro combate foi diante de Clei Silva e mesmo superado por decisão unânime fez um duelo muito equilibrado.

“Eu tenho grandes expectativas para esta nova oportunidade no WGP, na minha opinião com Clei eu fui superior, mas sei que deixar na mão dos juízes é sempre complicado. Minha preparação para essa luta foi a mais difícil que já tive, com certeza o público vai ver a minha melhor versão como lutador. O WGP é um dos maiores eventos do mundo e eu gosto muito desses duelos Brasil vs Argentina e a rivalidade entre os dois países”, garante Alsina.

Apesar dos dois reveses na organização, Alsina mostrou um kickboxing de alto nível e não deixou em nada a desejar contra alguns dos atletas brasileiros mais reconhecidos no cenário sul-americano e mundial. Na carreira ele soma 17 vitórias, sendo 10 delas por nocaute. A expectativa é de um duelo de muita técnica com Ariel Machado e ele analisa o oponente e a situação de lutar na casa do adversário.

“Meu adversário é forte, resiste ao choque e possui respostas muito rápidas. Mas eu me considero forte também e vou dar uma guerra para ele. Lutar na casa dele não me intimida, pelo contrário, me dá muito mais força, já atuei muitas vezes de visitante e estou acostumado a isso. Eu sei que tenho que vencer de forma contundente para não deixar nenhuma dúvida e estou preparado para isso”, finaliza o argentino.

O WGP Curitiba conta ainda com outra luta bônus entre o compatriota de Ariel, Jhonata Diniz encarando o paraguaio revelação de seu país Carlos Meza. Além disso o evento terá a luta principal da noite valendo o cinturão dos super-leves (até 64,5kg) entre Paulo Tebar e Guilherme Sanchos. A categoria conhece também o próximo desafiante com a disputa do Challenger GP com as semifinais entre Inglesson de Lara vs Vinicius Bereta e Jordan Kranio vs Samuel Pereira.

WGP Curitiba 

Data: 01/07 
Local: Círculo Militar do Paraná (Largo Bittencourt, 187 - Centro, Curitiba/PR)  
Horário: 17h30 (início do undercard) 
Transmissão: Canal Combate, Fox Sports e Bandsports (a partir das 20h00) 

Card Principal

Bonus Fight 1  
Peso Pesado (94,1 kg)   
Ariel Machado (Hemmers Gym / CWB Fight Club - BRA) vs Lucas Alsina (Picante Fight Club – ARG)   

Bonus Fight 2  
Peso Super-Pesado (+94,1 kg)   
Jhonata Diniz (Santa Fé Team – BRA) vs Carlos ‘Cliford’ Meza (Team Fight Center / Team Pain – PAR)   

Main Event: WGP Super Lightweight Title Bout:   
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (Ceará Team) vs Paulo Tebar (Veras TK / CT Paulinho Tebar)  

Challenger GP: Final   
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2   

International Super Fight  
Peso Casado (73 kg)   
Rafael Teixeira (Teixeira Team / ARENA – BRA) vs Sebastian Martino (Don Team – ARG)   

Super Fight  
Peso Meio-Médio (71,8 kg)   
Max Koubik (Yamauchi Team) vs Anderson ‘Buzika’ (Inside Munil Adriano)   

Challenger GP: Semifinal 2  
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Samuel Pereira (Ponto 1 Fight) vs Jordan Kranio (Teixeira Team / ARENA)  

Challenger GP: Semifinal 1  
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Vinicius Bereta (União ABC) vs Inglesson de Lara (Free Spirit)   

International Super Fight  
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Petros ‘Cabelinho’ Freitas (World Strong Fight Team - BRA) vs Sebastian Juarez (Team Sud Atlantico – ARG)   

International Super Fight   
Peso Leve (60 kg)   
Fabricio Zacarias (Immortal Fight Team - BRA) vs Daniel 'Choque' (União ABC - CHI)  

Card Preliminar

Fight   
Peso Meio-Médio (71,8 kg)   
Italo 'Sabotagem' (Evolução Thai) vs Marcos Carvalho (Teixeira Team / Arena) 

Fight   
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Wagner Nega (Noguchi / Gile Ribeiro)  vs Hugo 'Caveira' Marques (Grupo Nocaute) 

Fight   
Peso Super-Médio (78,1 kg)   
Mateus Nogueira (Teixeira Team / Arena)  vs Lucas Paredes (Thai Brasil) 

Fight   
Peso Meio-Médio (71,8 kg)   
Gilson 'Koringa' (King Shark) vs Manoel Fonseca (Striker’s House) 

Fight   
Peso Leve (60 kg)   
Paulo Santiago (Veras TK / CT Paulinho Tebar) vs Fernando 'Pato' (World Strong Fight Team) 

Fight   
Peso Super-Leve (64,5 kg)   
Gabriel de Lima (Santa Fé Team) vs Daniel Direto (Killer Bees)

 

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Novembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: