topo

Weather   Curitiba, Brazil  27.5°C


lacruz

Breaking News

Neste sábado, dia 20 de janeiro acontece o UFC 220, edição numerada do evento que acontece em Boston, nos Estados Unidos e que tem os gigantes Stipe Miocic e Francis Ngannou duelando na luta principal valendo o cinturão peso-pesado da organização.

 

Veja o card completo:

 

UFC 220: Miocic vs. Ngannou

Sábado, 20 de janeiro de 2018

TD Garden | Boston, Massachusetts

CARD PRINCIPAL

Stipe Miocic vs. Francis Ngannou

Daniel Cormier vs. Volkan Oezdemir

Shane Burgos vs. Calvin Kattar

Francimar Barroso vs. Gian Villante

Thomas Almeida vs. Rob Font

CARD PRELIMINAR

Kyle Bochniak vs. Brandon Davis

Abdul Razak Alhassan vs. Sabah Homasi

Dustin Ortiz vs. Alexandre Pantoja

Julio Arce vs. Dan Ige

Matt Bessette vs. Enrique Barzola

Maryna Moroz vs. Jamie Moyle

Islam Makhachev vs. Gleison Tibau

Envelhecimento, rugas, celulites e flacidez são palavrinhas que assombram qualquer pessoa – principalmente as mulheres. Os efeitos da idade são inevitáveis e difíceis de serem combatidos apenas com hábitos saudáveis e a prática de exercícios físicos. Diante disso, cresce a busca pelos benefícios do colágeno para a pele e no combate ao desgaste que vem com a idade. Com produção própria no nosso corpo, o colágeno começa a ficar cada vez mais "restrito", diminuindo sua produção 1% ao ano após os 30 anos de idade. Na menopausa pode chegar a até 65% menos.

"Ele é constituído pelos aminoácidos Glicina, Prolina, Arginina e Hidroxiprolina, e representa a forma mais abundante de proteína que pode ser encontrada no corpo humano. Ele corresponde a 30% das proteínas presentes no organismo", conta a nutricionista Dalila Marciele Nunes. De acordo com ela, uma das principais funções do colágeno é formar as fibras que dão sustentação à pele, mas que os cabelos, unhas, dentes, ossos e cartilagens também têm muito a ganhar, e alguns estudos apontam que ajuda também no combate à Síndrome do Intestino Irritável. "Algumas práticas, como tabagismo, exposição ao sol de forma indevida e tensão emocional reduzem a produção de colágeno no corpo, diminuindo a elasticidade da pele, contribuindo para o surgimento de rugas, celulites e flacidez", explica.

Os alimentos ricos em colágeno são as carnes – vermelha, frango e peixe – porém, elas também possuem gorduras saturadas e é preciso ter cuidado na quantidade ingerida desses alimentos. A melhor forma de se obter o colágeno puro é através da suplementação, e pode ser encontrado em pó, líquido ou em cápsulas, ser hidrolisado ou não. O hidrolisado é quando ocorre a quebra das moléculas de proteína do boi, sendo assim mais facilmente absorvidas pelo organismo.

"O intuito é facilitar a sua absorção pelo organismo sem que suas propriedades benéficas sejam perdidas. Portando, a absorção do colágeno hidrolisado a é considerada a melhor forma de consumo, porque torna o colágeno puro, concentrado e livre de gorduras", afirma Dalila. Até porque o colágeno hidrolisado tem dez vezes mais aminoácidos que um bife e ajuda na sensação de saciedade, que faz com que a pessoa sinta menos fome e, consequentemente, perca peso.

Aliado a uma alimentação saudável que potencializa suas ações, o colágeno também beneficia a pressão arterial, mantendo melhor controle, úlceras gástricas e osteoporose.

O Naara Energy Drink é colágeno hidrolisado que contém seis frutas desidratadas, sem adição de açúcares. Delicioso sabor tangerina. Entre em contato para adquirir o seu através do Whatsapp 41 9 9974-0546.

No dia 20 de janeiro, os canais FOX Sports transmitem ao vivo e com exclusividade o Bellator 192, o primeiro evento do ano, diretamente da Califórnia.

Defendendo o cinturão dos pesos meio-médios, o brasileiro e atual campeão, Douglas Lima, enfrenta o canadense Rory MacDonald na luta principal da noite. Ainda no card principal, Rampage Jackson encara Chael Sonnen pelos pesos pesados, e o brasileiro Goiti Yamauchi luta contra o ex-campeão Michael Chandler na categoria peso-leve. No peso-pena, teremos as lutas Georgi Karakhanyan vs. Henry Corrales e Shane Kruchten vs. Aaron Pico.

“A temporada de 2018 começa com um dos melhores eventos já realizados em 192 edições de Bellator. Não só pelo pontapé inicial do já tão celebrado Torneio dos Pesos-Pesados, com Chael Sonnen e Quinton Rampage Jackson que protagonizam uma das batalhas mais midiáticas e verborrágicas dos últimos anos. Mas também pela disputa do título mundial que é uma incógnita. Não existem muitos meio-médios no mundo como Rory MacDonald e o campeão Douglas Lima. Dois lutadores que matam ou morrem na luta em pé, e que dominam com maestria a luta agarrada”, afirma Mário Filho, comentarista de Bellator do FOX Sports.

O primeiro evento do ano também marca a estreia como profissional do brasileiro Khonry Gracie, que luta nas preliminares contra Devon Brock. “Estou me sentindo muito bem para essa luta e animado para representar o Jiu-jitsu da família Gracie no Bellator”, conta Khonry.

As preliminares ainda contam com as seguintes lutas: Noah Tillis vs. Jalin Turner, Cooper Gibson vs. Andew Lazo, Marlen Magee vs. Johnny Cisneiros, Chad George vs. James Barnes, Ivan Castillo vs. Guilherme Bomba, José Campos vs. Haim Gonzali, Ian Butler vs. Joey Davis, Kyle Strada vs. David Duran e Cristopher Padilla vs. Gabriel Green.

“Se o Bellator 192 é um dos maiores da história, pode-se afirmar com total certeza que é o mais interessante de todos para nós brasileiros. Além de Douglas Lima defendendo a coroa mundial dos meio-médios contra o ex-top do UFC Rory MacDonald, também temos Goiti Yamauchi encarando a batalha mais desafiadora da carreira dele: o ex-campeão Michael Chandler. Goiti leva para a arena circular mais famosa do mundo a invencibilidade nos pesos-leves e, caso supere Chandler, se qualifica para enfrentar o atual campeão Brent Primus. Ainda no mesmo evento, Guilherme Bomba, o ex-namorado da superestrela Demi Lovato e, claro, a estreia de Khonry Gracie, filho de Royce Gracie. O que poderia ser mais instigante que o Bellator 192? ”, conclui Mário Filho.

Os canais Fox Sports exibem as lutas ao vivo, a partir de 23h, com narração de Eder Reis e comentários de Mário Filho e do convidado especial Duda Nagle, ator que se prepara para interpretar um lutador de MMA em Rio Heroes, a nova séria da FOX que estreia em fevereiro.

 

Os presentes durante a cerimônia do Prêmio Melhores do Ano Primeiro Round, que vai eleger no próximo dia 20 de janeiro os destaques do ano que passou, vão poder degustar gratuitamente um novo energético que está chegando no mercado brasileiro. O Nevo Energy Drink, produzido pela Jeunesse, chega no Brasil já como a bebida oficial do Carnaval da maior cidade brasileira, São Paulo. Mas quem for ao Prêmio Melhores do Ano poderá degustar antes disso. A premiação acontece no dia 20 de janeiro, sábado, a partir das 18 horas na Rally Centro Automotivo em Curitba.

O ACB JJ 10 reúne uma verdadeira constelação de astros do jiu-jitsu mundial no dia 26 de janeiro em São Paulo, no ginásio do clube Hebraica, na segunda edição do show da organização russa no Brasil. Os escolhidos para encerrarem a noite que promete ser histórica são os talentosos Luiz Panza e João Gabriel Rocha, que medem forças pelo título da categoria peso-pesado (acima de 95 kg), e eles prometem não decepcionar. Aguerridos no tatame, os atletas planejam fechar o evento com chave de ouro. 

Aos 27 anos e natural de São Paulo, Luiz Panza atualmente vive e treina em Los Angeles, nos Estados Unidos, e retorna à sua cidade natal para o embate válido pelo título. O representante da Checkmat se credenciou à disputa após brilhar na quinta edição do GP do ACB JJ, em maio do ano passado, quando enfileirou três adversários na mesma noite e faturou o torneio. Agora, o desafio será contra um velho conhecido. Panza e João Gabriel Rocha já se enfrentaram em duas oportunidades, e o placar registra uma vitória para cada. A disputa pelo título tem tudo para ser um tira-teima eletrizante.

“Estou muito feliz em poder voltar a São Paulo, ainda mais para uma luta tão importante como será essa pelo cinturão do ACB JJ. Sinto uma responsabilidade maior por isso, por lutar diante dos meus familiares e amigos, mas canalizo essa responsabilidade de uma forma que eu fique ainda mais motivado. O João é um cara duríssimo, será uma excelente luta. Acredito que a disputa pelo título não poderia ter uma luta melhor para os fãs. Vai ser porrada”, avisou Panza.

Do outro lado, João Gabriel Rocha concorda com seu oponente. Terceiro colocado no Mundial de Jiu-Jitsu de 2017, o carioca de 26 anos vive nos Estados Unidos e recentemente mudou-se da Califórnia para Dallas, e por lá desenvolve seu camp de preparação sob o comando de Rafael Formiga. “Vai ser um show. Eu vou sair na mão, independente de ganhar ou perder. Os fãs merecem isso, merecem presenciar um evento desse nível. Tenho certeza que ele vai querer abrir o jogo, sem amarração, e eu também vou para matar ou morrer. Será um grande show de jiu-jitsu”, garantiu Rocha.

Além do combate entre Panza e Rocha, mais um título estará em jogo no ACB JJ 10. Pela categoria peso-leve (até 65 kg), choque de campeões mundiais entre Augusto Tanquinho (2013) e Paulo Miyao (2015). Tanquinho brilhou na última edição do evento, em dezembro passado, e sagrou-se campeão do GP até 60 kg, enquanto Miyao já faturou o torneio da categoria em duas oportunidades.

No total, o ACB JJ 10 terá 17 lutas de alto nível, o que abrilhanta o segundo evento de jiu-jitsu da maior organização de lutas da Europa no Brasil, a primeira em São Paulo. O galáctico card do show inclui nomes como o decacampeão mundial Marcus Buchecha, Leandro Lo, Romulo Barral, Braulio Estima, Lucas Lepri, Erberth Santos, entre outros gigantes.

Os nomes de peso da modalidade escalados para o ACB JJ 10 levam os atletas escalados para a disputa do cinturão peso-pesado até um novo consenso. Se eles concordam que a luta entre eles será intensa, quando o assunto é nível de card do show o pensamento é o mesmo. “Eu não me lembro de ter um evento como esse. Na minha opinião, o melhor card já feito na história do jiu-jitsu”, revelou Panza. João Gabriel Rocha emendou: “Desde a primeira luta, o card está fantástico. Se eu não fosse lutar, certamente eu pagaria o ingresso e estaria no ginásio para ver essas lutas e aprender mais um pouco”.

Serviço – ACB JJ 10

Data: 26 de janeiro

Horário: a partir das 18h (horário de Brasília)

Local: Clube Hebraica

Endereço: Rua Hungria, 1.000 – Pinheiros – São Paulo / SP

Card Oficial

Luiz Panza vs João Gabriel Rocha

Disputa pelo título da categoria pesado (acima de 95 kg)

Augusto Tanquinho vs Paulo Miyao

Disputa pelo título da categoria leve (até 65 kg)

Marcus Buchecha vs Mahamed Aly

Leandro Lo vs Otavio Sousa

Marcio André vs Lucas Lepri

Erberth Santos vs Adam Wardzinski

Claudio Calasans vs Patrick Gaudio

Romulo Barral vs Arnaldo Maidana

Yuri Simões vs Abdurakhman Bilarov

Braulio Estima vs Rudson Mateus

Mikey Musumeci vs Rafael Barata

Gabriel Lucas vs Ricardo Evangelista

Marcelo Mafra vs Luan Carvalho

Rodrigo Cavaca vs Igor Silva

Thiago Sá vs Josh Hinger

Osvaldo Moizinho vs Nicollas Welker

Lucas Rocha vs Rodrigo Caporal

Com o objetivo de incorporar em um só card os melhores atletas da região e através de empresas locais realizar um dos maiores e mais elegantes espetáculos de Mixed Martial Arts profissional do Brasil, gerando entretenimento ao público, beneficio financeiro e de divulgação aos atletas, bem como, publicidade a seus anunciantes e parceiros, o Lux Combat realizará sua primeira edição no próximo dia 20 de janeiro, no Ginásio Poliesportivo "Queimadão", em Queimados, município localizado na região metropolitana da cidade do Rio de Janeiro.

Logo para o início do ano de 2018 e para a 1ª edição da franquia que é presidida por Luisinho, preparou quatro super duelos por cinturões, que encabeçarão o card, fazendo a alegria do público que garantir ingresso para o Lux Combat 1.

Na luta principal, válida pelo título inaugural da divisão peso-pena (até 66kg), Tony "Fox" da Team Nogueira, irá duelar com Rafael "PQD", que estará representando as equipes Selva e Aufam, enquanto no co-main event, válido pelo cinturão inaugural da categoria peso-leve (até 70 kg), Junior Luiz da Rizzo RVT/LB irá bater de frente com Felipe "Seu Caveira" da equipe Gladiadores Fight.

Na divisão peso-palha (até 52 kg) feminino, Miriam Ferreira da equipe LF-Max, enfrentará Adrielle Porto das equipes Selva/Aufam pelo cinturão inédito, enquanto na divisão dos meio-médios (até 77 kg) e também válida por título, o público poderá acompanhar o duelo entre Renan Altamiro da AFC/Manimal BJJ e Leandro Villela do Team Andre "Negão"/Gladiadores.

Confira abaixo o card completo do Lux Combat 1:

CARD PRINCIPAL

Até 66kg: Tony "Fox" (Team Nogueira) x Rafael "PQD" (Selva/AUFAM) - disputa de cinturão peso-pena
Até 52kg: Miriam Ferreira (LF-Max) x Adrielle Porto (Selva/AUFAM) - disputa de cinturão peso-palha feminino
Até 70kg: Junior Luiz (Rizzo RVT/LB) x Felipe "Seu Caveira" (Gladiadores Fight) - disputa de cinturão peso-pena peso-leve
Até 77kg: Renan Altamiro (AFC/Manimal BJJ) x Leandro Villela (André Negão Team/Gladiadores) - disputa de cinturão peso-pena meio-medio
Até 93kg: Wesley "Mosquito" (Game Fight) x Luiz "Ogro" (André Negão Team)
Até 77kg: Vinicius Cruz (Team Nogueira) x Alex "Mão de Alicate" (André Negao Team/WCT)
Até 84kg: Maicon "Do Bronx" Kobayashi (Team Base MMA) x Vinicius "Tom" Ribeiro (Team Grundy)

CARD PRELIMINAR

Até 61kg: Wallace "Itália" (AFC/Manimal BJJ) x Michel "Russo" (Gracie Caxias/GIT)
Até 61kg: Pablo Correia (Immortal) x Phelipe Walker (CBT)
Até 77kg: Israel Silva (Selva/AUFAM) x Paulo Henrique (Team New Corpore)
Até 61kg: Ramon Francisco (AFC/LF-Max) x Francisco Oliveira (BPT )
Até 57kg: Jonathan "Pará" (LF-Max) x Luiz Carlos (BPT)
Até 77kg: Felipe "Hulk" Cortez ( AFC/LF-Max) x Bruno Fagundes (Rizzo RVT/LB)

Mais uma atração confirmada no Prêmio Melhores do Ano Primeiro Round 2017. Na última quinta-feira, divulgamos a presença da dupla Felipe & Fabrício, sensação do sertanejo universitário curitibano. Nesta sexta-feira, confirmamos o Grupo To Q To, que vai fazer samba e pagode da melhor qualidade para festejar os destaques do ano na única premiação esportiva envolvendo atletas de artes marciais do estado do Paraná.

Fique ligado em nosso site e em nossas redes sociais que mais novidades sobre a premiação serão confirmadas nos próximos dias. O evento acontece na Rally Centro Automotivo no dia 20 de janeiro (sábado) a partir das 18 horas.

Felipe & Fabrício, badalada dupla do circuito de sertanejo universitário de Curitiba é a primeira atração confirmada no Prêmio Melhores do Ano Primeiro Round 2017, evento que vai revelar os vencedores e destaques do ano que passou, que acontece no sábado, dia 20 de janeiro, a partir das 18 horas, na Rally Centro Automotivo.

Nos próximos dias outras novidades você confere aqui no site da maior premiação envolvendo atletas de artes marciais do Sul do Brasil.

A atleta Amanda Ribas, recém contratada pelo UFC, e que antes de sua estreia foi suspensa pela USADA por conta do exame anti-doping ter dado positivo para alguma substância proibida, utilizou as redes sociais para demonstrar sua inocência no caso: "Nunca fiz uso de dopping de qualquer gênero e me sinto extremamente humilhada e prejudicada por estar pagando por algo que não fiz".

Amanda, em nota, explicou que junto a seu treinador e empresário, fizeram todas as análises nos produtos utilizados:

"Depois de gastarmos muito dinheiro com os testes, que são pagos pelo atleta, soubemos que o Ostarine não fora encontrado. Porém em um dos suplementos foi encontrado Clumbeterol, substância que, apesar de não ter surgido nos meus exames de antidopping, também classifica-se como ilegal".

Leia a nota na íntegra:

Sou Amanda Ribas, lutadora de MMA e do UFC.

Recentemente foi encontrado o esteróide Ostarine em um dos meus exames realizados pela Organização USADA antes do que seria a minha estreia no UFC.

Quem me conhece sabe a minha opinião sobre esse tipo de produto. Fui atleta da seleção Brasileira de Judô, sou lutadora profissional de MMA e sempre fui completamente contra esse tipo de coisa.

Quando o positivo surgiu no exame eu, junto com meu empresario e meu treinador, juntamos todos os suplementos e remédios que eu utilizara e enviamos para a USADA para tentarmos descobrir como isso apareceu no meu corpo.

Jamais fiz uso de dopping e tampouco sabia o que era a substância, até então.

Depois de gastarmos muito dinheiro com os testes, que são pagos pelo atleta, soubemos que o Ostarine não fora encontrado.

Porém em um dos suplementos foi encontrado Clumbeterol, substância que, apesar de não ter surgido nos meus exames de antidopping, também classifica-se como ilegal.

Nunca fiz uso de dopping de qualquer gênero e me sinto extremamente humilhada e prejudicada por estar pagando por algo que nao fiz.

O aparecimento do Clumbeterol em um dos suplementos anteriormente utilizados por mim mostra a má qualidade e fiscalização de alguns fabricantes desse tipo de produto.

Aconteceu comigo, bem como com outros atletas brasileiros.

Quero declarar aqui a minha inocência, e deixar um imenso alerta a todos os outros atletas profissionais do Brasil sobre o risco que esse tipo de consumo apresenta para nossas vidas e carreiras.

Eu tomarei para mim a missão de alertar a todos!!!

Vou continuar os treinamentos fortes pra ir em busca do cinturão do UFC

Divulgado o pôster do UFC que acontece em Belém, no Pará no dia 3 de fevereiro, evento que marca o retorno da maior organização de MMA do mundo ao Brasil e que aterrisa na região norte pela primeira vez.

No pôster, o destaque para a luta principal, o atleta da casa Lyoto Machida que enfrenta Erik Anders. Os dois demais duelos em importância no card também tem destaque, com John Jodson, que encara Pedro Munoz e Valentina Schevchenko, que mede forças frente a brasileira estreante Priscila Cachoeira.

O evento já tem 12 duelos programados:

Peso-médio: Lyoto Machida x Eryk Anders
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Priscila Pedrita
Peso-pesado: Timothy Johnson x Marcelo Golm
Peso-médio: Thiago Marreta x Anthony Smith
Peso-mosca: Deiveson Alcântara x Joseph Morales
Peso-palha: Polyana Viana x Maia Stevenson
Peso-leve: Alan Nuguette x Damir Hadzovic
Peso-galo: Iuri Marajó x Joe Soto
Peso-leve: Michel Trator x Desmond Green
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Tim Means
Peso-galo: John Dodson x Pedro Munhoz
Peso-galo: Douglas D'Silva x Marlon Vera

Os fãs de jiu-jistu terão um início de 2018 inesquecível, e o responsável por tornar realidade a vontade de ver de perto alguns dos principais nomes mundiais da modalidade em ação será o Absolute Championship Berkut. A maior organização de lutas da Europa desembarca pela segunda vez no Brasil com seu show da arte suave, desta vez em São Paulo, no ginásio do clube Hebraica, no dia 26 de janeiro. O galáctico card do show tem 17 lutas, incluindo duas disputas de título e nomes como Marcus Buchecha, Leandro Lo, Romulo Barral, Braulio Estima, entre outros gigantes.

No topo do card, um choque de titãs. Os jovens talentosos Luiz Panza e João Gabriel Rocha duelam pelo título da categoria peso-pesado (acima de 95 kg) após excelentes resultados nos torneios do evento. Na disputa pelo cinturão no peso-leve (até 65 kg), embate de campeões mundiais entre Augusto Tanquinho (2013) e Paulo Miyao (2015). Tanquinho brilhou na última edição do evento, em dezembro passado e sagrou-se campeão do GP até 60 kg, enquanto Miyao já faturou o torneio da categoria em duas oportunidades.

Dez vezes campeão mundial e maior nome do jiu-jitsu na atualidade, Marcus Buchecha vestirá seu quimono para abrilhantar a noite do ACB JJ 10. Buchecha retorna ao seu estado natal para enfrentar o perigoso Mahamed Aly. Outro duelo que está no imaginário dos fãs da arte suave é o desafio entre o também paulista e pentacampeão mundial, Leandro Lo, e Otavio Sousa, tricampeão do mundo. Outro dono de cinco títulos mundiais escalado para o show é Lucas Lepri, que enfrenta o talentoso prospecto Marcio André, campeão do GP da sétima edição do evento, no Rio de Janeiro.

Após excelente temporada em 2017, quando alcançou o título mundial, Erberth Santos terá pela frente um desafio europeu. O maranhense encara o polonês Adam Wardzinski, campeão nacional peso e absoluto em 2016. Campeão mundial e do ADCC em 2015, Claudio Calasans enfrenta o duro Patrick Gaudio, enquanto o bicampeão do ADCC Yuri Simões pega o russo Abdurakhman Bilarov.

Duas lendas vivas do jiu-jitsu enriquecem o cartão de lutas do ACB JJ 10. Rômulo Barral e Bráulio Estima somam juntos oito títulos mundiais, cinco de “Rominho” e três do “Carcará”, e lutam contra Arnaldo Maidana e Rudson Mateus, respectivamente. Rodrigo Cavaca mede forças com Igor Silva, Mikey Musumeci pega Rafael Barata, e Gabriel Lucas encara Ricardo Evangelista.

“O card que o ACB está trazendo para o Brasil, para a edição em São Paulo, é simplesmente o melhor de todos os tempos. Teremos incríveis disputas pelo cinturão, lutas muito bem casadas e a oportunidade dos fãs assistirem diversos campeões mundiais de jiu-jitsu em ação. O Brasil é o berço da arte suave, então nada mais justo que ser palco da união do maior evento europeu com as melhores lutas de jiu-jitsu. O ACB valoriza com excelência as artes marciais, sua filosofia, seus lutadores, seus fãs, e é isso que o público pode esperar do evento no Brasil, um grande espetáculo no qual os protagonistas são os lutadores de verdade, aqueles que têm a filosofia das artes marciais em sua essência”, comentou Rick Monstro, empresário e representante do ACB no Brasil.

Ingressos à venda; transmissão em negociação

Os fãs já podem garantir seu lugar no evento para acompanharem de perto às espetaculares lutas do ACB JJ 10. Os ingressos do primeiro lote estão disponíveis através do site https://acbjj10.eventbrite.com. Os ingressos custam a partir de R$ 30,00 (trinta reais).

O direito de transmissão do ACB JJ 10 para o Brasil está em processo de negociação com alguns veículos de comunicação de TV aberta e fechada. “Assim que anunciamos o card do show através das redes sociais do ACB, o impacto foi muito grande. Fomos procurados por alguns veículos para exibição para o Brasil, e acredito que muito em breve encerraremos as negociações e o público de todo o país poderá acompanhar todas as emoções da grande noite de lutas que teremos”, encerrou Rick.

Serviço – ACB JJ 10

Data: 26 de janeiro

Horário: a partir das 18h (horário de Brasília)

Local: Clube Hebraica

Endereço: Rua Hungria, 1.000 – Pinheiros – São Paulo / SP

Ingressos: https://acbjj10.eventbrite.com

Card Oficial

Luiz Panza vs João Gabriel Rocha

Disputa pelo título da categoria pesado (acima de 95 kg)

Augusto Tanquinho vs Paulo Miyao

Disputa pelo título da categoria leve (até 65 kg)

Marcus Buchecha vs Mahamed Aly

Leandro Lo vs Otavio Sousa

Marcio André vs Lucas Lepri

Erberth Santos vs Adam Wardzinski

Claudio Calasans vs Patrick Gaudio

Romulo Barral vs Arnaldo Maidana

Yuri Simões vs Abdurakhman Bilarov

Braulio Estima vs Rudson Mateus

Mikey Musumeci vs Rafael Barata

Gabriel Lucas vs Ricardo Evangelista

Marcelo Mafra vs Luan Carvalho

Rodrigo Cavaca vs Igor Silva

Thiago Sá vs Josh Hinger

Osvaldo Moizinho vs Nicollas Welker

Lucas Rocha vs Rodrigo Caporal

Nesta quinta-feira, dia 4 de janeiro, ás 15 horas, acontece a estreia do programa It´s Time, na rádio online Texas Beat, que terá a apresentação de Rafael "Thainaja" Pereira. Será um programa de variedades, mas com o foco nos esportes, incluíndo as artes marciais.

Para acessar a rádio, basta baixar o aplicativo em playstore:

https://play.google.com/store/apps/details?id=net.app4radio.texasbeat ou em RadiosNet :
https://www.radios.com.br/aovivo/texas-beat/32740. Dá pra seguir a Rádio Texas Beat pelo Facebook www.facebook.com/radiotexasbeat

Campeão peso leve do Titan FC, Raush “Cavalo de Guerra” Manfio, 26 anos, já tem data para defender o cinturão. A organização do evento planeja uma nova edição para o dia 16 de fevereiro no Xtreme Action Park, na Flórida. O adversário ainda não foi revelado.

Rush, que pratica MMA desde 2009, aproveitou para analisar a divisão dos leves, uma das categorias mais complicadas do mundo. De forma geral, o atleta comentou como ele enxerga os rumos da categoria.

“Creio que a categoria dos leves vai ser sempre a mais disputada em função da quantidade de atletas. Hoje, vejo ainda um campeão indefinido na categoria peso leve no UFC, por exemplo, em função da ausência do (Conor) McGregor e por alguns duelos que ainda não aconteceram... É difícil imaginar um campeão linear por muito tempo nessa categoria”, analisa Raush, que vem de duas vitórias seguidas no Titan FC.

Apesar das festas de fim de ano, o jovem atleta não largou as luvas e a preparação física visando seu retorno ao cage. Para ele, um campeão não pode deixar de treinar.

“Os feriados não interferem em nada na rotina. A American Top Team tem um plantel de atletas gigante e não se pode dar ao luxo de parar em feriados. Meus treinos seguem fortes e estou fazendo um trabalho de base já que possivelmente a próxima luta seja só em fevereiro. Mas também estou esperto e se pintar a oportunidade de lutar no UFC, em qualquer momento, eu estarei pronto para bater o peso de um convite de ouro assim”, conta.

Dono de 10 vitórias e apenas duas derrotas, Raush também falou sobre seu estilo de jogo, os golpes preferidos e as artes marciais que mais domina.

“Acho que o muay thai seria meu carro chefe e logo depois o boxe e wrestling e, por fim, o Jiu-Jitsu. Nessa ordem de domínio. Eu gosto de usar os joelhos, sinto-me confortável no clinche de muay thai. Eu sigo treinando Jiu-Jitsu, é claro, mas com muito mais ênfase no domínio de posição e escape de finalizações, para que eu possa voltar com a luta em pé ou trabalhar por cima, com um ground and pound eficiente .

O Favela Kombat, presidido por Claudinho 'FK', realizou desde sua primeira edição, eventos no Estado do Rio de Janeiro, mas agora, logo no início de 2018, as coisas vão mudar e para melhor, já que, no dia 03 de fevereiro, a organização desembarcará no município de Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais, com sua 27ª edição, e a promessa é de casa cheia para o grande show de artes marciais que será realizado no Ginásio do Clube Olímpico.

Na luta principal do Favela Kombat 27, Fabiano Oliveira vai encarar Guilherme 'Gambá' na categoria dos pesos médios (até 84 kg), enquanto, no co-main event, válido pela categoria até 61 kg, Felipe 'Preto' enfrentará Ricardo Monteiro.

Outros dois embates podem ser considerados destaques no card do Favela Kombat 27.

Um deles, é o embate de Muay Thai profissional entre duas guerreiras, onde Xaxa Cimas irá pra cima de Maria 'MTF' e o outro, ficará por conta de Marcio Henrique que estará enfrentando Elvis Carlos em combate de MMA, válido pela categoria peso-pena da franquia idealizada por Claudinho 'FK', que se mostra muito otimista para a realização do primeiro evento fora do Rio de Janeiro.

"Estou muito otimista e satisfeito com o que estamos realizando com o Favela Kombat 27. Logo de início, já vendemos mais de 1.000 ingressos, isso, faltando mais de 1 mês para o evento ser realizado, o que no Brasil, é uma vitória muito grande. Esperamos mais de 3.000 pessoas no Ginásio em Juiz de Fora e isso se deve ao trabalho sério e amor pelo que fazemos junto ao esporte, a porrada vai comer, disse Claudinho.

MMA:

Até 84Kg: Fabiano Oliveira (Chakuriki/GFTeam) vs Guilherme Gamba (Arvellos Pequeno Team)
Até 61Kg: Felipe Preto (Jason Team/BCT) vs Ricardo Monteiro (Pro Fight)
Até 61Kg: Cristiano Nogueira (Arvellos Pequeno Team) vs Jorge Luiz (Iron Hant)
Até 66Kg: Marcio Henrique (CTJS) vs Elvis Carlos (Jason Team/Inacio BJJ)
Até 57Kg: Lucas Pinduk (Iron hart) vs Daniel Siqueira (Master Fight Team)
Até 70Kg: Jonathan Santiago (CTJS) vs Rafael Encrenca (União IJJ)
Até 66Kg: Jonathan Cerqueira (BCT/Arvellos) vs Jefferson Braga (Clube Fight Sports/BFT)
Até 66Kg: Rafael Vieira Alves (Low King) vs André Nunes (Garra de Aço Team);
Até 52Kg: Chayen Gaspar (MFT) vs Thaiane Souza (CM System)
Até 61Kg: Mauro Leopoldo (Pro Fight) vs Lucas da Silva (Escorpion Fight Team)
Até 57Kg: Canote (Low King) vs Baiano (Bangu IJJ)
Até 70Kg: Leonardo Ladeira (BCT/Team Ladeira) vs Robson Damazio (Nova União IJJ)
Até 77Kg: Delmar Silva (BCT) vs Mateus Raimundo (Garra de Aço Team/WFT)

Muay Thai:

Até 61Kg: Xaxa Cimas (BCT) vs. Maria MTF (Master Fight Team)
Até: 77Kg: Rodrigo Siqueira (WBTF) vs. Paulo Henrique Gregório (Galpão da Luta)
Até 70Kg: Marcos Junior (Shark Team) vs. Arthur Silvestre (Top Fight Low King)
Até 75Kg: Fiona Chakuriki (Chakuriki) vs. Vitória Mello Pedrita (Davids Iron Fight)
* card sujeito a alterações

Quinta, 28 Dezembro 2017 00:00

Resultados em Tempo Real do UFC 219

Written by

No sábado, dia 30 de dezembro acontece a última edição do UFC em 2017 e na luta principal a curitibana Cris Cyborg encara Holly Holm. No co-evento principal, mais um brasileiro. Edson Barboza enfrenta o russo invicto Khabib Nurmagomedov. No card preliminar, Matheus Nicolau mede forças frente a Loius Smolka.

UFC 219: Cyborg vs. Holm

Sábado, 30 de dezembro de 2017

T-Mobile Arena | Las Vegas, Nevada

CARD PRINCIPAL

Cris Cyborg venceu Holly Holm na decisão unânime dos juízes.

Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza na decisão unânime dos juízes.

Dan Hooker finalizou Marc Diakiese no terceiro round.

Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo na decisão unânime dos juízes.

Neil Magny venceu Carlos Condit na decisão unânime dos juízes.

 

CARD PRELIMINAR

Michal Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree na decisão unânime dos juízes.

 Myles Jury venceu Rick Glenn na decisão unânime dos juízes.

Matheus Nicolau venceu Louis Smolka na decisão unânime dos juízes.

Omari Akhmedov e Marvin Vettori empataram.

Tim Elliott finalizou Mark De La Rosa no segundo round.

A hora é de colocar diversão no peso mosca. É assim que Matheus Nicolau encara a sua luta contra Louis Smolka, número 13 no ranking da categoria, no dia 30 de dezembro, no UFC 219, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. Apontado como uma das promessas brasileiras no MMA, Nicolau, 24 anos, venceu seus dois combates realizados no Ultimate e ostenta um cartel com 12 vitórias, um empate e uma derrota.

O peso mosca tem o mesmo campeão desde a sua criação, em setembro de 2012, quando Demetrious Johnson venceu Joseph Benavidez por decisão dividida. Cinco ano depois, o Mighty Mouse ainda domina a categoria. Para Nicolau, é hora de chacoalhar a divisão.

"O peso mosca é um reduto de lutadores muito técnicos, mas o fato de ter um único campeão desde a sua criação a deixou um pouco esquecida pelo grande público. É hora de deixar as coisas mais interessantes, chacoalhar essa divisão. E o meu próximo passo para isso é no UFC 219, contra Louis Smolka. Garanto um combate muito emocionante para os amantes das artes marciais, pois estou com muita saudade de lutar e testar minhas habilidades".

Os números demonstram que Matheus tem o potencial necessário para revolucionar a categoria. Entre suas 12 vitórias, oito foram pela via rápida, demonstrando, inclusive, uma variedade em seu arsenal: com quatro finalizações e quatro nocautes. Sendo assim, 66% dos seus triunfos terminaram antes de chegarem às mãos dos juízes. No top 10, da categoria, apenas Ben Nguyen - 81% - e Brandon Moreno - 78% - possuem números melhores.

Essa será a primeira vez que Nicolau lutará em um card numerado do UFC. A sua carreira dentro do Ultimate iniciou com uma vitória com finalização sobre Bruno Korea no UFC Fight Night 77, em São Paulo. Na sequência, em Las Vegas, o mineiro derrotou por decisão o americano John Moraga, no TUF Finale. Para Matheus, estar em um evento de numerado é a oportunidade perfeita de aparecer para um público maior.

"O UFC tem alguns eventos que têm uma atenção maior. Os cards da Fight Week, da Independência dos Estados Unidos, da véspera do Super Bowl e do Réveillon sempre são bem trabalhados e com uma exposição enorme. Estar em um destes eventos é o sonho de qualquer atleta. Vou aproveitar a oportunidade, a visibilidade e me apresentar na melhor forma da minha carreira", declarou Matheus Nicolau.

O projeto Curitiba Hard Punchers teve um retrospecto positivo em 2017 no cenário do boxe brasileiro. Contando com a estrutura das academias Boxe Training, HIT - Hard Intensive Training, Shogun Team e com o apoio da Associção Novo Boxe Brasil, 16 atletas participaram de 21 competições. Foram 81 lutas, sendo 46 vitórias, 34 derrotas e um empate. Os principais títulos foram: Campeões Paranaenses, Campeões Catarinenses, Vice Campeões Cinturão,de Ouro, Vice Campeão Mundial (profissional), Terceiro no Campeonato Brasileiro Feminino.

O projeto é liderado por Cristiano Simões e conta com a seguinte equipe a disposição dos atletas da nobre arte: Gisele Meter (psicóloga esportiva), Yesudian Yamada (consultor esportivo), Victor Haygert (treinador e empresário), Eduardo Leal (treinador e preparador físico), Caio Budola, Carlos Zezé e Tiago Massa (treinadores).

Entre os atletas que se destacaram no ano que está terminando, podemos citar: Felipe Pedroso, Marlos Simões, Luana Barbosa, Eduardo Faustine, Gabriel Segalla, Bruno Mendo, Kaina n Henrique, Joe de Lima, Loibe Neto, Marlon Novelleto, Bruno Ferreira, Pedro Gomes, Ricardo Miranda, Bruno Eduardo e Néfi Galeb.

Boxe a Escola - Em Busca de Talentos

O projeto Boxe na Escola – Em Busca de Talentos, pretende maximizar a prática esportiva, a detecção, formação e desenvolvimento de atletas de alto rendimento na modalidade, tem por responsabilidade a formação de novos atletas, mas, antes de tudo, busca a formação de cidadãos conscientes e responsáveis. Para isso, os treinamentos serão no Colégio Estadual Prof.Algacyr M Maeder - Ensino Fundamental e Médio a princípio duas vezes na semana, e nas academias parceiras, Boxe Training Batel e HIT – Hard Intensive Training (sede da NBBr) e Shogun Team, academias com total estrutura que demanda o projeto.

Contará com o suporte do projeto da equipe de alto rendimento Curitiba Hard Punchers, que conta com uma equipe técnica, estrutura e equipe multidisciplinar (Nutricionista Esportivo e Psicologia do Esporte), fazendo a reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, como também apoio psicológico.

Calendário de Eventos

A equipe do Curitba Hard Punchers inicia a caminhada no ano de 2018 já no mês de fevereiro na primeira etapa da Copa São José com 14 atletas amadores. Em março, também em São José dos Pinhais, 14 atletas amadores e dois profissionais participam de evento no Centro de Excelência de Boxe. O calendário está praticamente definido e você confere abaixo.

O ginásio Paulo Sarasate recebeu em 16 de dezembro, o grande evento de artes marciais do ano no Ceará: o Action Fight, que chegou à sua 7ª edição. O card contou com 17 lutas, sendo 13 de MMA e 4 de NO GI.

No duelo principal da noite, envolvendo dois pesos-pesados, Moésio Brandão levou a melhor sobre Sandro Apaga Luz. Após controlar o adversário na luta em pé, ele levou a luta pra baixo e conseguiu aplicar um mata-leão para vencer o combate por finalização.

No co-main evento, Júnior Melo derrotou Danúsio ‘Terrorista’ após intervenção médica do 1º para o 2º round, uma vez que atleta não tinha condições de seguir no combate, na avaliação da comissão médica do evento. Na luta feminina do card principal, Ilara Joanne e Erika Alcantara travaram uma batalha de três rounds. No fim, vitória por Ilara por decisão unânime em duelo da divisão dos pesos-galos feminino.

Na luta entre Eric ‘Cabra Macho’ e Jeildson Ferreira. Ainda no 1º round, Eric conseguiu uma boa queda, trabalhou a posição e aplicou o mata-leão no adversário, levando a vitória por finalização.

Nas lutas NO GI, dois destaques. O primeiro deles foi a vitória de Sardônio Mourão sobre Rafael Gárgula. Aluno da equipe Luiz Barbosa Team, Sardônio aplicou um leg lock (chave de perna), confirmando sua vitória por finalização. O segundo destaque foi o duelo equilibrado entre Samuel Falcão e Leandro Silva. Ao fim do tempo regulamentar, Samuel, da equipe GC Pepey, foi declarado vitorioso por pontos.

Acompanhando tudo de camarote, os lutadores do UFC Mauricio Shogun e Paulo Borrachinha, marcaram presença VIP na 7ª edição do Action Fight.

Confira os resultados da 7a. edição do Action Fight:

Até120Kg: Moésio Brandão (Global Fight) venceu Sandro Apaga Luz (Equipe V8) por finalização (mata-leão) aos 3m45s do 1º Round – árbitro: Cezani Moutinho

Até 70Kg: Junior Neto (Pitbull Brothers) venceu Danúsio Terrorista (Nova União) por intervenção médica no início do 2º round – árbitro: José Moreno

Até 61Kg: Ilara Joane (Evolução Thai) venceu Erika Alcantra (Gracie Barra) por decisão unânime dos juízes – árbitro: Junior Pires

Até 70Kg: Eric Cabra Macho (Brazilian Top Team) venceu Jeildson Ferreira (Fight Club)por finalização (mata-leão) aos 1m45s do 1º round – árbitro: Cezani Moutinho

Até 66Kg: Lucas Chocolate (Nova União) venceu Diego Brandão (Dragon Fight) por nocaute técnico (socos) aos 2m15s do 1º round – árbitro: José Moreno

Até 61Kg: Luis Paulo (Dragon Fight) e Hélio Leal (Gadita do Senhor) terminou em No Contest – árbitro: Junior Pires

Até 57Kg: João Coiote (Equipe SAS) venceu Jhonathan Muskito (BD Team/TNT Combat) por finalização (triângulo) aos 3m21s do 2º round – árbitro: Cezani Moutinho

Até 70Kg: Lucas Alves (Wanderley Team) venceu Will Silva (Champions Team) por finalização (mata-leão) aos 1m24s do 1º round – árbitro: José Moreno

Até 70Kg: Ítalo Cyborg (Wolf Team) venceu Yan Wolf (Gold Team) por finalização (armlock) aos 1m34s do 1º round – árbitro: Cezani Moutinho

Até 57Kg: Sthefanie Oliveira (Equipe DBK) venceu Iasmin Lucindo (Nova União) por decisão dividida – árbitro: José Moreno

Até 70Kg: Ítalo Faísca (Nova União) venceu Wagner Ângelo (Respect Team) por nocaute técnico aos 3m50s do 2º round – árbitro: Junior Pires

Até 61Kg: José Israel (Equipe Hikari) venceu Psicopata Wolf (Wolf Team) por nocaute técnico (socos) aos 4m45s do 1º round – árbitro: Junior Pires

Até 66Kg: Alisson Sakuraba(Pitbull Brothers) venceu Gabriel Almeida (Team Kamikazi) por decisão unânime – árbitro: Cristóvão índio Baleiro

Em sua edição de estreia, o Gideão Cage Combat cumpriu a promessa de agitar a Baixada Flumiense com muito MMA profissional e amador para o público que compaceu no último sábado (16) ao Espaço Green Fest em Nova Iguaçu, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Na atração principal do evento, EdCarlos "Peixe" Ferreira se sagrou campeão peso-galo (até 61kg) ao vencer Antônio "Piu" Carlos.

O Gideão Cage Combat tem como padrinho o lutador do UFC, Thiago Marreta e vem com a missão de proporcionar oportunidades para atletas oriundos de projetos sociais, como o projeto Gideões do Tatame, que fica localizado no município de Nova Iguaçu.

Para o organizador do evento Max Gideão, o Gideão Cage Combat atendeu todas as expectativas.

“O retorno não poderia ser melhor, o card funcionou bem, os atletas se doaram desde os combates amadores até os profissionais, em especial o card profissional de MMA tivemos grandes lutas. Eu destacaria a luta pelo cinturão, entre EdCarlos Peixe e Antônio Piu e a guerra entre Alessandro Dantas e Peterson Barbosa... Agora precisamos nos organizar para a próxima edição, nos primeiros meses de 2018." disse Max Gideão, organizador do evento ao lado de Higor Virgínio.

Os combates de MMA profissional foram verdadeiros shows de nocautes e finalizações, onde somente dois confrontos foram para a decisão dos árbitros laterais. Na luta principal, EdCarlos Peixe se sagrou campeão peso-galo após conseguir uma bela vitória por nocaute técnico sobre Antônio Piu aos 2m10s do primeiro round.

No co-evento principal, Marcos Mão de Ogro e Luiz Android travaram um duelo bastante equilibrado e no final dos três rounds terminaram empatados. Outro destaque do card foi a guerra travada entre Alessandro "Trem Balinha" e Peterson "Noturno" que fizeram um combate muito equilibrado durante todos os três assaltos e buscando o combate o tempo todo com suas habilidades na trocação. No final, “Trem Balinha” levou a melhor por decisão dividida.

O card do Gideão Cage Combat também contou diversos combates amadores de K1, Muay Thai e MMA Amador, além de um duelo de Submission, o super desafio Jiu-Jitsu x Luta Livre que colocou frente a frente o campeão mundial de Luta Livre, André Negão e Mamute, representante da Academia Gracie Caxias. No final André Negão levou a melhor e se saiu vencedor do combate.

Confira os resultados oficiais do Gideão Cage Combat:

Até 61kg: EdCarlos “Peixe” Ferreira (TFT) venceu Antônio “Piu” Carlos (Faixa Preta de Jesus) por nocaute técnico (socos) aos 2m10s do 1o. round - árbitro: William Viana - disputa de cinturão

Até 70Kg: Marcos “Mão de Ogro” Eduardo (Projeto Gideão do Tatame) e Luiz “Android” Carlos (Faixa Preta de Jesus) empataram - árbitro: William Viana

Até 66Kg: Wallace “Itália” Sousa (AFC/Manimal) venceu. Luis “PQD” Fernando (CBT) por finalização (arm lock) aos 3m30s do 1o. round - árbitro: William Viana

Até 66Kg: Alessandro “Trem Balinha” Dantas (Projeto Filhos de Davi/TFT) venceu Peterson "Noturno" Barbosa (Team Formiga) por decisão dividida - árbitro: William Viana

Até 62Kg: Léo “Bolinha” Souza (Luis Muay Thai) venceu Gabriel “Blindado” Da Costa (Faixa Preta de Jesus) por finalização (triângulo de mão) aos 4m do 2o. round - árbitro: Willian Viana

Até 52Kg: Junior “Fler” Dos Santos (Team Blade) venceu Thiago “Patati” Alvarenga (CT Eric Bruno) por nocaute (socos) à 1m32s do 1° round - árbitro: Max Gideão

A PRVT Girls, maior camp feminino do Brasil, termina 2017 e já engata 2018 com quatro compromissos em eventos internacionas. No próximo dia 31, Maria Oliveira participa do GP do Rizin FF, no Japão, com semifinal e final na mesma noite. No dia 13 de janeiro, Mariana Morais enfrenta Vanessa Porto no Invicta FC 27, em Kansas, nos Estados Unidos.

Já na maior organização de MMA do planeta, Priscila "Pedrita" estreia encarando Valentina Schevchenko no UFC em Belém, no Pará no dia 3 de fevereiro. No dia 24, Jéssica Andrade "Bate-Estaca" mede forças frente a polonesa Karolina Kowalkiewicz no UFC Orlando.

Página 1 de 3



haniball

rally

hawaii

stemps

divinoprato


Primeiro Round - 2018 - Todos os direitos reservados © 
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do WebSite cabendo aos autores a responsabilidade pelos mesmos