Você está aqui:Home/Mostrando itens por tag: Rio
A+ R A-

A volta do UFC ao Rio de Janeiro em junho segue movimentando a cidade. O “Tour das Letras”, que começou no Morro da Urca, desembarcou nesta terça-feira, dia 18, no Morro do Vidigal, no Leblon. Nos próximos dois meses, as letras gigantes UFC estarão expostas por pontos emblemáticos da cidade para esquentar o clima entre os fãs e garantir ótimas fotos. Até o dia 3 de junho, as letras ainda irão passar por outros três lugares da cidade do Rio de Janeiro.

O UFC 212: Aldo x Holloway acontece na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, com o brasileiro José Aldo enfrentando o havaiano Max Holloway pela unificação do cinturão Peso-pena. 

Os ingressos para o evento estão à venda pelo site www.tudus.com.br, plataforma de venda de ingressos do UFC, no aplicativo da Tudus disponível na Apple Store e Google Play, na loja oficial do UFC no BarraShopping e nos pontos de venda credenciados. 

UFC 212: ALDO x HOLLOWAY*

3 de junho de 2017
Jeunesse Arena – Rio de Janeiro 

José Aldo x Max Holloway

Anderson Silva x adversário a ser anunciado
Claudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Johnny Eduardo x Matthew Lopez
Erick Silva x Yancy Medeiros
Marco Beltran x Deiveson Alcantara
Leo Santos x Olivier Aubin-Mercier
Antônio “Cara de Sapato” x Eric Spicely
Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose
Viviane Sucuri x Jamie Moyle
Raphael Assunção x Marlon Moraes 

*Card sujeito a alterações; mais lutas a serem anunciadas.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O evento New Corpore Extreme retorna para sua décima segunda edição, que mais uma vez será disputada no Centro de Lutas New Corpore Fight, na Praça Nossa Senhora da Apresentação 301–A, em Irajá, no Rio de Janeiro (RJ). O evento será realizado neste sábado (15). Ao todo, serão sete combates profissionais, com destaque para o main event, que terá o confronto entre os pesos-penas (até 66kg) Rodrigo Delegado e Éverton Martins. Outro combate muito aguardado fica por conta do co-main event, que colocará as revelações peso-mosca (até 57kg) Wesley 7 Vidas e Catriel Souza frente a frente.

“Estamos muito animados essa edição do evento, fizemos uma mescla entre lutadores iniciantes e outros já mais experientes. O NCE tem essa pegada de abrir suas portas para todas as equipes e atletas poderem desenvolver os seus trabalhos. Estou com uma expectativa muito boa, tenho certeza que teremos grandes duelos”, disse Renato Dominguez, presidente do New Corpore Extreme.

New Corpore Extreme 12
15 de abril, no Rio de Janeiro (RJ)
20h (horário de Brasília)

Peso-pena: Rodrigo Delegado (Caçadores) x Éverton Martins (KL Fight Team)
Peso-mosca: Wesley 7 Vidas (Team New Corpore)  x Catriel Souza (Elite Combat MMA)
Peso-pena: Bruno Buakaw (Team New Corpore) x Lucas Ensandecido (Gideão BJJ/TFT)
Peso-mosca: Danver “22” Santos (Team New Corpore) x Vitor Gaia (Iron Fight)
Peso-galo: Cauatâ Samuel (Team New Corpore) x Lucas Sniper (Team Base)
Peso-galo: Caionã Batista (Nael Pedra Team/Nova União) x Patrique Tavares (Team New Corpore)
Peso-galo: Ivan Junior (Team New Corpore) x Agenor Souza (Jugguernau/Clube da Luta)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O UFC chega à cidade do Rio de Janeiro trazendo um evento inesquecível para os fãs. O UFC 212: Aldo x Holloway acontece no dia 3 de junho, na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, com o campeão linear José Aldo enfrentando o campeão interino Max Holloway pela unificação do cinturão Peso-pena.

O ex-campeão dos médios e maior lutador de todos os tempos, Anderson Silva, também volta à cidade que o consagrou. Esta será a oitava passagem da organização pelo Rio de Janeiro. A primeira aconteceu em agosto de 2011.

Os fãs que quiserem garantir presença no UFC 212 podem adquirir suas entradas a partir desta quarta-feira, dia 12 de abril, às 10h, pelo site www.tudus.com.br, nova plataforma de venda de ingressos do UFC. 

O campeão do povo José Aldo (26-2) se apresenta novamente na cidade que o coroou três vezes. O brasileiro, que recuperou o cinturão linear do Peso-pena em 2016 após derrotar Frankie Edgar, por decisão unânime, defende o seu título em casa no UFC 212. Dessa vez, o adversário será o campeão interino Max Holloway e a luta, que vai promover a unificação do cinturão, promete incendiar a cidade. Disposto a estragar a festa dos brasileiros, o havaiano Max Holloway (17-3) vem de dez vitórias seguidas e tem seu último revés em comum com Aldo:  o campeão dos leves Conor McGregor. Entre muitos ataques ao brasileiro nas últimas semanas, Holloway prometeu uma atuação incrível no dia 3 de junho. 

As lembranças do Rio de Janeiro são as melhores possíveis para o ex-campeão dos médios Anderson Silva (34-8). A lenda do MMA defendeu duas vezes o seu cinturão na capital carioca. Vindo de vitória sobre Derek Brunson em fevereiro, Spider espera somar mais uma ao seu cartel e, de quebra, matar a saudade dos fãs brasileiros. O seu adversário no Rio ainda será anunciado. 

Lider do ranking Peso-palha, Claudia Gadelha (13-2) é mais um grande nome no card do UFC 212. Depois do triunfo sobre Cortney Casey, em São Paulo, em novembro do ano passado, a brasileira encara a polonesa Karolina Kowalkiewicz (10-1), atual número 2 da categoria. A vitória nesse confronto pode colocar a vencedora muito próxima, tanto de uma nova disputa de título, quanto de uma revanche: as duas sofreram suas únicas derrotas na carreira para a campeã da divisão Joanna Jedrzejczyk.

O meio-médio Erick Silva (19-7) vai em busca de mais uma vitória no UFC. Em sua última luta, na edição do evento em Brasília, o capixaba finalizou Luan Chagas e ainda levou o prêmio de “Luta da Noite” para casa. No Rio de Janeiro, Erick vai ter a sua frente o havaiano Yancy Medeiros (13-4), que também vem de vitória por finalização: derrotou Sean Spencer, em setembro.

O oitavo evento do UFC na cidade do Rio de Janeiro vai reunir dois representantes do estado e parceiros de treino de José Aldo na Nova União. O carioca Johnny Eduardo (28-10), que vem de vitória sobre Manny Gamburyan, enfrenta o americano Matthew Lopez (9-1) pelos galos, enquanto o fluminense Leo Santos (16-4) encara o canadense Olivier Aubin-Mercier (10-2) pelos leves. Invicto no UFC, Leo vem de vitória sobre o compatriota Adriano Martins por decisão dividida.

Vencedor da terceira temporada do “The Ultimate Fighter Brasil”, o Peso-médio Antônio “Cara de Sapato”(8-2) é mais um brasileiro no UFC 212. Vindo de triunfos sobre Marvin Vettori e Leonardo Leleco, o paraibano enfrenta no Rio o americano Eric Spicely (10-2), que chamou a atenção da torcida brasileira ao finalizar Thiago Marreta no UFC Brasília.

Depois de uma estreia avassaladora no UFC Fortaleza, com um nocaute sobre Garreth McLellan que lhe garantiu um bônus de performance da noite, Paulo Borrachinha (9-0) se prepara para a sua segunda luta na organização. Dessa vez, o Peso-médio encara o americano filho de nigerianos Oluwale Bamgbose (6-2), que vem de derrota para o também brasileiro Cézar Mutante.

O UFC 212 vai marcar mais uma estreia de brasileiro no UFC. O paraense Deiveson Alcantara (11-0) – que treina com os irmãos Iuri e Ildemar Marajó em Belém - está invicto na carreira. No Rio de Janeiro, ele enfrenta o mexicano Marco Beltran (8-5) em luta válida pela divisão dos penas.

Os fãs poderão garantir seus ingressos a partir do dia 12 de abril, às 10h, pelo site www.tudus.com.br, no aplicativo da Tudus disponível na Apple Store e Google Play, na loja oficial do UFC no BarraShopping e nos pontos de venda credenciados.

Assim como em eventos anteriores, haverá pacotes de VIP Experience, ingresso que oferece experiências diferenciadas e exclusivas para os fãs, tais como assento reservado na luta e na pesagem, tirar foto com o cinturão dos campeões dentro do local mais sagrado do evento, o octógono, além de conhecer pessoalmente alguns atletas UFC® e um lounge exclusivo com serviço de alimentos e bebidas.

UFC 212: ALDO x HOLLOWAY* 

José Aldo x Max Holloway

Anderson Silva x adversário a ser anunciado
Claudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Johnny Eduardo x Matthew Lopez
Erick Silva x Yancy Medeiros
Marco Beltran x Deiveson Alcantara
Leo Santos x Olivier Aubin-Mercier
Antônio “Cara de Sapato” x Eric Spicely
Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose 

*Card sujeito a alterações; mais lutas a serem anunciadas.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O UFC abre nesta quarta-feira, dia 12 de abril, uma loja no BarraShopping para vender ingressos para o UFC 212: Aldo x Holloway, que acontece no dia 3 de junho, na Jeunesse Arena. Mas antes disso, nesta terça-feira, dia 11, a partir das 12h, a organização promove uma pré-venda especial com a presença do campeão interino Peso-pena Max Holloway e do ídolo e embaixador do UFC no Brasil Rodrigo Minotauro.


Nesta pré-venda, apenas as 50 primeiras pessoas poderão adquirir ingressos (cada pessoa pode comprar até oito ingressos) e todas terão oportunidade de tirar fotos com os atletas após a compra. A loja ficará aberta apenas por uma hora, reabrindo no dia seguinte, às 10h, dia em que os ingressos passam a ser vendidos também no site www.tudus.com.br.


Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Campeão da terceira temporada do TUF Brasil, Antônio Carlos “Cara de Sapato” vive um ótimo momento no UFC. Embalado por duas vitórias seguidas no peso-médio, o faixa-preta de Jiu-Jitsu vai em busca de seu terceiro triunfo contra o americano Erik Spicely, em duelo que está programado para acontecer no dia 3 de junho no Rio de Janeiro.

“A expectativa é muito boa para essa luta. Acho que ele tem um jogo bem parecido com o meu, um jogo de Jiu-Jitsu, que é onde eu me sinto mais confortável. Tudo o que eu quero agora é conseguir colocar uma boa sequência de vitórias dentro do evento para realmente chegar onde eu quero, que é nas cabeças da categoria”, disse.

O lutador baiano de 26 anos, que está radicado há dois anos nos Estados Unidos e treinando na American Top Team (ATT), está confiante que irá manter o bom momento na carreira e que iniciará 2017 como terminou o ano passado, com vitória.

“Estou tentando evoluir sempre nos pontos que eu acho que ainda peco, para melhorar a cada luta e mostrar para as pessoas que estou evoluindo como lutador. Eu acho que o ano passado foi de bastante amadurecimento e, com certeza, esse ano será de muitas conquistas’, garante.

A última luta de Cara de Sapato no Brasil foi em 2014, justamente quando ganhou o TUF Brasil na categoria dos pesos-pesados. Animado por voltar a lutar no país, ele também comemorou o fato de atuar no mesmo card da lenda Anderson Silva e do campeão dos penas José Aldo.

“Estou super feliz por voltar a lutar no Brasil. Sei que eu terei toda a torcida ao meu lado e muitos familiares e amigos estarão presentes. Então, isso dá uma energia a mais. Além disso, estou no card que terá Anderson Silva e o José Aldo, que foi meu parceiro de treinos na época em que eu treinei na Nova União, um cara gente boa e muito talentoso. O Anderson é o maior ídolo que o Brasil já teve no MMA. Ele é o maior de todos os tempos. Nunca lutei no mesmo card que ele, então estou muito feliz por isso também. Esse card promete. O UFC 212 será, se Deus quiser, só vitória para o Brasil e de muitas alegrias para o povo brasileiro”, encerrou.

CARD DO EVENTO (até o momento):

UFC 212
3 de junho, no Rio de Janeiro


José Aldo x Max Holloway
Cláudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Anderson Silva x Kelvin Gastelum
Erick Silva x Yancy Medeiros
Léo Santos x Olivier Aubin-Mercier
Johnny Eduardo x Mathew Lopez
Marco Beltrán x Deiveson Alcântara
Antônio Cara de Sapato x Eric Spicely
Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A volta do UFC ao Rio de Janeiro em junho já começou a movimentar a cidade. A organização iniciou na segunda-feira, dia 3 de abril, o "Tour das Letras" pela capital carioca. Nos próximos dois meses, as letras gigantes UFC estarão expostas por pontos turísticos da cidade para esquentar o clima entre os fãs e garantir ótimas fotos.

O tour começou no Morro da Urca e o campeão José Aldo esteve presente na inauguração. As letras ainda irão passar por outros quatro pontos emblemáticos da cidade do Rio de Janeiro até o dia 3 de junho, quando a Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, recebe o UFC 212: Aldo x Holloway, com o brasileiro José Aldo enfrentando o havaiano Max Holloway pela unificação do cinturão Peso-pena. O evento ainda terá, entre outras grandes lutas, o embate entre o maior lutador de todos os tempos Anderson Silva e o americano Kelvin Gastelum, que vem de vitória sobre Vitor Belfort no UFC Fortaleza. 

O UFC também aproveitou esta segunda-feira para anunciar a data da abertura de venda de ingressos para o evento. As entradas começam a ser vendidas na quarta-feira, dia 12 de abril, a partir das 10h, pelo site www.tudus.com.br, plataforma de venda de ingressos do UFC, no aplicativo da Tudus disponível na Apple Store e Google Play, na loja oficial do UFC no Barra Shopping e nos pontos de venda credenciados.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A cidade de Araruama recebeu no último sábado (25) o primeiro Campeonato Estadual de Muaythai da Federação de Muaythai Amador do Estado do Rio de Janeiro (FMARJ) e o público que compareceu ao novo Centro de Treinamento para Formações de Atletas, no município da Região dos Lagos, pode assistir a grande duelos.

O torneio contou cerca de 70 atletas inscritos que subiram no ringue durante o dia para a disputa do título estadual. A competição contou com lutadores de diversas cidades do Rio de Janeiro, além de uma equipe de São Paulo.

A competição serviu de seletiva para os campeonatos, Brasileiro, organizado pela Confederação Brasileira de Muaythai Tradicional (CBMTT), em outubro e para o mundial da International Federation of Muaythai Amateur (IFMA), que será realizado em maio na cidade de Minsk, na Bielorrússia.

Para o presidente da Federação de Muaythai Amador, Alceu Alvarenga a competição foi de alto nível.

"O evento foi de reinício do estado do Rio de Janeiro na IFMA e na Confederação Brasileira de Muaythai Tradicional, a gente tentou agregar alguns estados que estão vindo somar com a gente no Muaythai. O Rio de Janeiro saiu na frente, com pouco número de vagas e apoio institucional, nós conseguimos fazer um campeonato de qualidade para os atletas. As lutas foram de alto nível técnico e alguns iniciantes demonstraram um bom nível. Tivemos novas escolas na Federação e escolas antigas como a de São Paulo, de Araruama, mostrando que a técnica do Muaythai é muito mais importante do que a agressividade", disse Alceu Avarenga, que também falou sobre a chancela olímpica que a Federação recebeu em dezembro do ano passado.

"Ganhamos a chancela olímpica em dezembro do ano passado e estamos trabalhando de uma forma que possamos completar esse sonho olímpico e fazer de forma diferente do que vem sendo feito até agora, usando as normas da IFMA, que é uma federação internacional e as normas da Confederação Brasileira de Muaythai Tradicional", disse.

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

No último final de semana (sábado, 25 e domingo, 26) a Quadra da Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, Zona Norte carioca, recebeu o Grand Prix Super Campeões 2016 e a 1a. etapa da Liga Amadora de Muay Thai. Torneios organizados pela Liga de Muay Thai, presidida pelo Mestre e árbitro Flávio Almendra, considerado um dos melhores árbitros da América Latina e com 20 anos de carreira.

No sábado, o Grand Prix dos Super Campeões 2016, reuniu todos os atletas campeões dos GPs profissionais realizados dentro das 4 etapas da Liga de Muay Thai Amador, com atletas de todo Brasil. Com 12 combates, o GP, foi dividido em três categorias, até 66kg, 70kg e 77kg.

Nas três disputas de cinturão da noite os resultados foram: Na categoria até 66kg, o atleta Diogo Mana (Iogue Thai) levou a melhor contra Jimmy (RMT) vencendo por decisão unânime no 3o. Round, sagrou-se campeão e conquistou o cinturão da categoria. Jimmy venceu a luta reserva contra Bruno Buakaw e credenciou-se para a final contra Diogo, substituindo o atleta da Art Fighters, Victor Hugo que se lesionou no combate anterior contra Cristiano França da MR Jop.

No combate até 70kg, Hannan Goes (Guy Gym), venceu por nocaute técnico aos 1:38 do 2o. Round, o atleta e favorito Adriano Trator (CT Luis MG), mas antes da final, o atleta fez uma luta equilibrada contra Marcos Vinícius (PRVT), garantindo a vitória por unanimidade no 3o. Round e se credenciando para a final contra Trator.

Na última luta do Grand Prix Super Campeões 2016 e a mais aguerrida da noite, disputando o cinturão e título da categoria até 77kg. Wesley Mendes (Indio Team) e Renan Altamiro (AFC Thai Center) protagonizaram a melhor luta da noite. Os dois atletas demonstraram sangue nos olhos e técnica apurada. Na final, Wesley Mendes levou a melhor e venceu Altamiro por intervenção médica (corte no supercilio direito), aos 2:33 do 2o. Round.

No domingo, 26, foi realizada a 1a. etapa da Liga Amadora de Muay Thai com mais de 50 lutas, o evento começou às 10h e se estendeu ao longo do dia.

A Liga de Muay Thai pretende realizar 3 ou 4 eventos de Muay Thai Profissional por ano e continuar introduzindo, pelo menos 2 lutas profissionais, aos torneios amadores para que sirvam de inspiração para os atletas, e também mostrar como é realizada uma luta profissional. O desejo da Liga é divulgar, popularizar e fazer com que o Muay Thai seja grande.

Homenagens realizadas pelo Mestre Flávio Almendra no GP

O Presidente Flávio Almendra, homenageou Alessandro Sousa, falecido em Janeiro de 2016 e componente da diretoria, e o Grão Mestre Jutuany Ribeiro, idealizador e fundador da Liga de Muay Thai, na noite de sábado (25), pela grande influência no esporte, apoio à entidade e na realização do campeonato. Com muita luta e dedicação o projeto criado por eles pôde ser realizado, mas o caminho não foi fácil, segundo o Mestre.

“Já faz muito tempo que estou nessa guerra, passamos por bons e maus momentos, mas hoje eu me sinto leve. Há alguns anos eu e meus irmãos Wagão, Alessandro e Caique, juramos realizar um evento profissional digno dos professores e atletas que nos acompanham todos esses anos. Com a morte do Alessandro, isso virou uma questão de honra para nós, realizar o nosso sonho e poder homenagear um grande amigo. Quero Agradecer também ao Mestre Jutu, que foi o idealizador da entidade. Foi ele que nos uniu, nos orientou e nos inspirou a seguir em frente. Minha eterna gratidão aos membros da Liga de Muay Thai.” Lembra emocionado.

Pensando em seus filiados, a Liga conseguiu patrocinadores e no ano passado pode realizar os Campeonatos dando oportunidade aos atletas de Muay Thai. Momento de muita emoção do Grand Prix. Para o Mestre Flávio Almendra, o Grand Prix foi à realização de um sonho.

“Bem, a gente se esforçou muito e sem nenhum apoio, sem nenhuma pessoa, entidade e empresa querendo nos apoiar, mesmo assim a gente foi à luta com a compreensão e com a boa vontade dos atletas que lutaram por bolsas muitas vezes irrisórias, dando convites para que eles vendessem o que não é o ideal, mas era o que a gente podia fazer, já que tantos outros eventos faziam assim, então a gente se utilizou desse subterfúgio para poder realizar os nossos eventos e sempre contando com a força e credibilidade que as pessoas davam aos nossos torneios. Com isso, o trabalho foi crescendo e graças a Deus a gente conseguiu o apoio dos Colchões Ortobom e de mais algumas empresas que foram fundamentais na realização desse evento de sábado (25), conseguindo fazer a final desse Circuito Profissional de Muay Thai, realizando um sonho nosso, pagando uma promessa e dando início a uma nova era no Muay Thai do Estado do Rio de Janeiro.” Explica.

Estrutura e Organização do Grand Prix Super Campeões 2016

A estrutura montada e apresentada, com som para entreter o público e auxiliar na entrada dos atletas, iluminação e principalmente organização foram o diferencial do evento. Foi muito atrativo. Na organização, a assiduidade com o horário de início do torneio foi de grande excelência, tudo muito bem elaborado e dentro dos padrões. Preocupando-se com o público que não pôde comparecer a quadra da Unidos de Vila Isabel, a entidade disponibilizou através da "Live Sports" um link para assistir ao vivo. Os combates puderam ser acompanhados do Brasil inteiro e do mundo.

Wesley Mendes venceu Renan Altamiro por intervenção médica (corte no supercílio direito) aos 2:33 do 2º round. - Disputa de Cinturão GP 77Kg
Hannan Goes venceu Adriano Trator por TKO aos 1:38 do 2º round. - Disputa de Cinturão GP 70Kg
Diogo Mana venceu Jimmy Alan por decisão unânime no 3º round. - Disputa de Cinturão GP 66Kg
Washington venceu Adriano Jabba por abandono (lesão no quadril) no 1o. round.
Renan Altamiro venceu Bruno Nascimento por decisão unânime no 3º round.
Wesley Mendes venceu Francinei Farizano por KO aos 1:28 do 2º round.
Leonardo Lindbergue venceu Rodrigo Rocha por decisão unânime no 3º round.
Hannan Góes venceu Marcus Vinícuis por decisão unânime no 3º round.
Adriano Trator venceu Mailson por decisão unânime no 3º round.
Jimmy Alan venceu Bruno Buakaw por decisão dividida no 3ºround.
Diogo Mana venceu Matheus por TKO (abandono) aos 2:39 do 2º round.
Victor Hugo Souza venceu Cristiano França por decisão dividida no 3º round.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Com o sucesso da primeira edição, o TR Fight Girls está de volta. O evento mais comentado de Três Rios, Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, volta com força total para este ano. A cidade é conhecida por formar grandes atletas, entre eles, o lutador do UFC Alex Cowboy, que venceu seu último combate no UFC Fortaleza.

A próxima edição está prevista para o dia 8 de abril no Independência Clube, em Três Rios e começará às 19hs. Esta edição vem com grandes combates e vai agitar o público que estiver presente no local. Com 14 lutas de Muay Thai amador e 3 super lutas valendo cinturão. Na luta principal da noite, Carla Almeida (Equipe Low Kick) enfrenta Lais Fiona (Equipe Chakuriki).

O TR Fight Girls 2 trouxe para essa edição um novo formato. Será usado um ringue e não octógono como foi na primeira edição. Para a organizadora e dona do evento Nicole Jaloto, esposa do Mestre André Tadeu, Head Coach de Alex Cowboy, a expectativa para esse evento é grande.

“Esse ano a expectativa é grande, pois teremos 3 super lutas profissionais valendo cinturão, o que não aconteceu na última edição.” Afirma ela e destaca a luta principal entre Carla Almeida e Lais Fiona. “A luta principal está sendo muito esperada, pois será entre duas lutadoras bem conhecidas e de equipes importantes da cidade de Juiz de Fora.” Ressalta Nicole.

Card Oficial do TR Fight Girls 2 abaixo:

SUPER LUTAS – Disputa de Cinturão

Até 75kg – Carla Almeida (Low Kick Jf Gym/Juiz de Fora) x Fiona Chakuriki (Chakuriki/Juiz de Fora)
Até 61kg – Fernanda Caetano (Jason Team/BCT Juiz de Fora) x Aimée Mariano (Valdir Mariano Team/RJ)
Até 65kg – Luciana Nascimento (Pro Fight) x Ozana Conceição (Valdir Mariano Team/Rio de Janeiro)

MUAY THAI AMADOR

Até 57kg – Luana de Almeida (ATS Ubá) x Larissa (Master Fight/Juiz de Fora) – Juvenil
Até 65kg – Barbara Loren Babi (Pro Fight/Juiz de Fora) x Isabela Santos (Valdir Mariano Team/RJ) – Juvenil
Até 55kg – Giulia Santos (ATS Team) x Mary Silva (Brazilian Top Fight/ Juiz de Fora) – Juvenil
Até 70kg – Luciane Oliveira (Master Fight Team/Juiz de Fora) x Viviane Olegário (Golden Tigers MT/RJ)
Até 55kg – Carliana Ferreira (ATS Petrópolis) x Janaína Moraes (Winner Fight Team/Leopoldina)
Até 50kg – Micheli Cilento (Imperial Fight MT/Petropolis) x Daiana (Iron Fight/Minas)
Até 57kg – Karine (Pantaleão Team/Petrópolis) x Larissa Neves (Profight)
Até 57kg – Clarisse Rocha (ATS Team) x Franciane (Master Fight Team/Juiz de Fora)
Até 65kg – Cristiane Silva (ATS Team) x Verônica Araújo (Golden Tigers MT/Rio de Janeiro)
Até 62kg – Paula Matos (ATS Guidoval) x Jovana Martins (SuperKick/Chakuriki/Juiz de Fora)
Até 67kg – Luciana Silva (ATS Team) x Maísa Ribeiro (CT Juliana Team/Paraisópolis)
Até 55kg – Rafaela Teles (Imperial Fight MT/Petropolis) x Jenefer ( Art Fighters/Barra do Pirai)
Até 70kg – Vitória Mello (Iron Fight/Valença) x Samara Araújo (Valdir Mariano Team/Rio de Janeiro)
Até 57kg – Graciele Monsores (Predadores Shobu kai/Três Rios) x Caroline Simões (Pro Fight/Juiz de Fora)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Com grandes duelos a quinta edição do X-Force cumpriu a promessa de agitar a cidade de Macaé, na Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro. Na noite do último sábado (18), o público que compareceu em massa ao Espaço Cultural de Entretenimento Lounge Music pode assistir a grandes duelos de MMA profissional e amador. Na luta principal da noite, Diego Jhones levou a melhor sobre Everton Gigante por nocaute técnico aos 2:16 do segundo round. No co-evento, Max Alves finalizou Patrique Tavares no primeiro round.

Diego Jhones aceitou o duelo em cima da hora para substituir Natalício Nascimento e surpreendeu. O duelo começou bastante agitado e o atleta da DTM entrou disposto e foi para cima de Everton Gigante, o combate foi bastante equilibrado. No segundo round, Diego continuou indo para cima e após conseguir colocar o adversário para baixo conectou golpes fortes até o árbitro Baioneta interromper aos 2:16. Após a vitória, Jhones comemorou bastante e agradeceu a oportunidade.

“Quero agradecer a Deus, a minha equipe DTM Team, todos que me ajudaram e ao dono do evento pela oportunidade, mas também gostaria de agradecer ao Gigante que me concedeu essa oportunidade. Acabei aceitando a luta em cima da hora, mas isso acontece nas melhores famílias e guerra é guerra, meu sonho é lutar, então vou lutar e cair para dentro”, disse.

O co-evento foi um confronto de estilos, de um lado Max Alves, que com seu forte poder no Jiu-Jitsu, tentava levar o duelo para chão enquanto Patrique Tavares tentava manter a luta em pé para mostrar seu Muay Thai afiado. Mas Max acabou levando a melhor e ao conseguir colocar a luta no chão, encaixou uma bela chave de pé, que fez Patrique gritar sinalizando desistência.

“Queria agradecer a todos, já que todo mundo sabe que venho de três derrotas seguidas, isso vinha me prejudicando e me desanimando demais, mas graças a Deus e fruto de muito trabalho, tudo deu certo e consegui colocar tudo que treinei em prática. O Patrique é trocador nato, já conheço o jogo dele e tinha certeza que não podia entrar numa de trocar com ele, senão ia me dar mal, então incentivei ele a vir para cima e quando ele menos esperou usei meu jogo e graças a Deus deu tudo certo”, disse Max Alves que se recuperou de uma sequêcia de três derrotas consecutivas.

Outros destaques do card profissional de MMA foram as finalizações de Mário Orelha sobre Felipe Guerreiro e de Tiago Pitbull em Pedro Carvalho, ambas por mata leão, além do nocaute polêmico de Rudinei Carvalho sobre Wanderson da Silva, onde o atleta Arena Champs conectou bons golpes e ao perceber que o atleta da Relma Combat estava nocauteado, o árbitro Johil de Oliveira encerrou o duelo, o que gerou muitos protestos, já que Wanderson e sua equipe não concordaram com a interrupção.

Anuncios e desafios

Durante o XForce 5 foram anunciadas algumas atrações para o próximo evento como a próxima disputa pelo cinturão dos penas (até 66kg), onde Gabriel Oliveira defenderá seu título contra Italo Gomes, que se credenciou a ser o próximo desafiante ao vencer Paulo Ricardo Cangaceiro por decisão unânime. O campeão dos galos (até 61kg), Alberto Pantoja aproveitou para desafiar o campeão dos moscas (até 57kg), Lincon de Sá para unificar os cinturões.

“Tiro de meta” desclassifica lutador

O duelo João Francês entre Paulo Motta vinha acontecendo normalmente e Paulo, até então, levava vantagem no duelo, mas no terceiro round o atleta da Relma Combat acertou um chute no rosto do lutador da Art Combat, quando tentava se levantar e caiu desacordado, como o golpe é ilegal, Motta foi desclassificado e a vitória ficou com Francês;

MC Serginho anima a galera

Enquanto aguardava o intervalo entre o card amador e profissional, MC Serginho foi responsável por animar o público. O funkeiro cantou sucessos de sua carreira como “Éguinha Pocotó” e “Vai Serginho” entre outros, além de mostrar muita irreverência e carisma.

Finalização relâmpago foi destaque do card amador

Os atletas amadores foram os responsáveis pela abertura da noite de lutas de MMA do XForce 5 e o principal destaque do card foi o nocaute relâmpago de Davi Reis que precisou de apenas 20 segundos para finalizar Vinny PQD ao conectar uma linda guilhotina que fez o adversário apagar. A outra finalização veio com Alessandro Pinguin que também encaixou uma guilhotina obrigando Eliuson Samuray a dar os três tapinhas de desistência.

Duelos de Submission agitaram o último dia do XForce 5

Após uma noite de grandes duelos de MMA, no domingo (19) foi a vez dos atletas do Submission darem o show na arena montada no Lounge Music. Os amantes da luta agarrada puderam assistir a grandes combates e a luta principal da noite levantou o público. Após uma disputa acirrada até os últimos segundos, Eduardo Joanino levou a melhor sobre Izaac Guimarães. Outros destaques foram as finalizações de Renatinho sobre Felipe Cyriaco e Vitor Lemos em cima de Cristiano Pinheiro, ambas por triângulo.

Confira os resultados do XForce 5
MMA Profissional
Até 94kg – Diego Jhones venceu Everton Gigante por nocaute técnico (socos) aos 2:16 do 2o. round
Até 70kg – Max Alves venceu Patrique Tavares por finalização (chave de pé) aos 3:23 do 1o. round
Até 66kg – Ítalo Gomes venceu Paulo Ricardo Cangaceiro por decisão unânime (triplo 29-27)
Até 66kg – Tomas Jon Jhones venceu Iago Marques por decisão unânime (triplo 30-27)
Até 63kg – Rudinei Carvalho venceu Wanderson da Silva por nocaute (socos) aos 3:30 do 1o. round
Até 61kg – Tiago Pitbull venceu Pedro Carvalho por finalização (mata leão) aos 3:24 do 1o. round
Até 61kg – João Francês venceu Paulo Motta por desclassificação (golpe ilegal) aos 3:36 do 3o. round
Até 60kg – Mário Orelha venceu Felipe Guerreiro por finalização (mata leão) aos 2:50 do 2o. round

MMA Amador
Até 75kg – Daniel Borges venceu Matheus Coutinho por decisão unânime (triplo 29-28)
Até 66kg – Alessandro Pinguin venceu Eliuson Samuray por finalização (guilhotina) aos 1:48 do 2o. round
Até 66kg – Davi Reis venceu Marcus Vinícius “Vinny PQD” por finaização (guilhotina) aos 20 segundos do 1o. round
Até 61kg – Vitor Hugo Nego venceu Davi Teixeira por decisão unânime (triplo 29-28)
Até 61kg – Elizeu Batoré venceu Felipe Xaropinho por nocaute técnico (socos) aos 1:54 do 2o. round

Submission
Eduardo Joanino (Joanino Jiu-Jitsu) venceu Izaac Guimarães (Cesar Maillet Team) por 5 a 4
Luis Felipe (ABJJ/Joanino Jiu-Jitsu) venceu Celso Augusto “Mineiro” (Cesar Maillet Team) por 6 a 4
Renatinho (Renato Ferro Jiu-Jitsu) venceu Felipe Cyriaco (ABJJ/Joanino Jiu-Jitsu) por finalização (triângulo) aos 1:34
Claudio Joanino (Joanino Jiu-Jitsu) venceu Marcos Machado (Renato Ferro Jiu-Jitsu) por 1 a 0
Vitor Lemos (Cesar Maillet Team) venceu Cristiano Pinheiro (NC Fighter) por finalização (triângulo) aos 4:00
Felipe Paes (Joanino Jiu-Jitsu) venceu Thiago Marciano (Top Brother Fighter) por 1 a 0
João Papel (Joanino Jiu-Jitsu) venceu Jean Fera (Elite Gym/Barroco Combat) por 4 a 2
Juliederson (Cesar Maillet Team) venceu Angelo Pimentel (NC Fighter) por 3 a 0
Ronny Peterson (Art Combat) venceu João Magrinho (NC Fighter) por 4 a 0
Bruno Couto (Art Combat) venceu Diego Pontes (Cesar Maillet Team) por 8 a 2

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 16